Whatsapp para publicidade: apenas não.

whatsapp-blockLi no Mobile Time que um shopping de São Paulo haviam enviado publicidade via Whatsapp sobre um bota-fora que seria realizado. Pelo que relata o Mobile Time, o cliente que recebeu a mensagem, nunca autorizou o envio de mensagens, pelo shopping, de qualquer mensagem. O texto continua ainda dizendo que, o número utilizado para envio da mensagem é um número de fora, e que provavelmente foram comprados para envio em massa.

Aí, o coleguinha pode pensar: “que ideia massa! Whatsapp é mais barato que SMS, atinge o público mais rapidamente, sucesso garantido”! Não, cara, para. Essas campanhas são uma cilada e vou dizer o porquê:

  1. O cliente não pediu para receber isso. Chega a ser invasivo receber uma publicidade que o cliente não pediu, seja via Whatsapp, seja via e-mail marketing, seja via SMS. Isso pode deixá-lo extremamente irritado, e ainda gerar antipatia pela sua marca. Campanhas de relacionamento via SMS e e-mail marketing devem ser feitas, mas com o opt-in do cliente e com conteúdo de gere valor a ele, preferencialmente. Ele deve ter boas sensações ao abrir sua mensagens, jamais a sensação “ih, lá vem esse chato de novo”.
  2. A mensagem não é do interesse do cliente. Se ele não se cadastrou para receber suas mensagens, provavelmente ele não tem interesse no seu produto ou serviço, e não adianta forçar esse interesse. Para manter uma base de contatos interessante, sempre deve haver o opt-in, e a base deve ser o mais segmentada possível, para que o cliente receba sempre mensagens de seu interesse, de coisas que ele realmente quer ou possa a vir querer. Ele deve abrir sua mensagem e sentir: “uau, eu estava pensando mesmo em comprar isso!”.
  3. O Whatsapp não curte enviar publicidade. Tá lá, no FAQ deles: “Nós queremos que o intuito do WhatsApp seja uma forma de comunicação com seus amigos e família, e jamais vamos lhe incomodar com propaganda”. Um dos fundadores já disse, inclusive, que isso fere os termos de uso do serviço. Ou seja, além de irritar os cliente, pode também irritar a galera do Whatsapp. Tenho visto algumas empresas utilizando o Whatsapp como mais um canal de atendimento. Nesse ponto, acredito ser válido: é um canal sem custo (ou com custo muito baixo) para cliente e empresa, bastante rápido e acessível. Entretanto, é interessante ver as questões legais, para não ter a surpresa de um processo.Por mais tentador que possa parecer enviar mensagens para tantos contatos, num precinho camarada, pense no quanto a marca pode sair arranhada disso, e nos problemas legais que você poderá enfrentar. Fazer uma lista de clientes dá trabalho e leva tempo, mas suas chances de fechar negócio com eles é bem maior do que jogando mensagens ao vento.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: